segunda-feira, 25 de julho de 2016

Ex-BBB Munik Nunes, grava participação em “Haja Coração”


A campeã da última edição do “Big Brother Brasil 16”, Munik Nunes, confirmou que vai começar a gravar uma participação na novela das sete “Haja Coração” na segunda-feira, 25.
“Estava esperando confirmar para poder contar. É a realização de um sonho. Vou passar o domingo decorando o texto para começar a gravar já na segunda-feira às 6h. Estou muito feliz e ansiosa”, disse em entrevista ao site “Ego”.

O ex-BBB Daniel também estará em cena. Na trama, uma festa de ex-brothers supostamente organizada por Pedro Bial chamará a atenção de Leonora (Ellen Roche ), que ficará porque não foi convidada. Só que o apresentador não aparece no evento e Leonora decide invadir a festa, causando a maior confusão. Nesta sequência estarão apenas Munik e Daniel.
Já a ex-BBB Ana Paula Renault, gravará mais participações. A loira ganhará destaque e contracenará com Ellen Rocche, aparecendo em por 4 capítulos. Ela irá disputar a atenção do empresário Marquinhos (Jandir Ferrari) com Leonora e a ação renderá alguns barracos.




quarta-feira, 13 de julho de 2016

Mega-Sena de Férias acumula e pode pagar R$ 20 milhões na quinta-feira

Nenhum apostador acertou as seis dezenas da Mega-Sena de Férias sorteadas nessa terça-feira (12). O sorteio do concurso 1836 foi realizado na cidade de Barreiras (BA). As dezenas foram: 
08 - 15 - 18 - 45 - 59 - 60 
A Caixa Econômica Federal (CEF) informou que o prêmio para quinta-feira (14) é estimado em R$ 20 milhões. 

Apesar de ninguém ter acertado ontem as seis dezenas, 46 apostas acertam a Quina e devem levar R$ 34.131,37, cada. Já a Quadra deverá premiar 2948 apostas ganhadoras com R$ 760,8, cada.

Polícia Civil prende mulher de 61 anos com 2.380 arribaçãs no Alecrim

      Policiais civis da Delegacia Especializada em Proteção ao Meio Ambiente (Deprema), com o apoio do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e a Delegacia Especializada de Assistência ao Turista (Deatur), prenderam em flagrante, na tarde desta terça-feira (12) no bairro do Alecrim, Jacira Zuza Maia, de 61 anos, por crime ambiental.
Através de investigações de inteligência na modalidade disfarce, a mulher foi convencida a trazer uma certa quantidade de animais, sendo apreendidas com ela 140 sacolas com aves arribaçãs, somando no total 2.380 unidades das mesmas, além de 24 preás e 04 marrecos. 
Jacira já tinha várias reincidências, dentre elas uma prisão realizada pela Polícia Rodoviária Federal em 2014, onde foram apreendidas 32 mil aves arribaçãs.
A mulher foi encaminhada à delegacia, onde respondeu um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), sendo autuada por venda de aves migratórias e animais exóticos da fauna brasileira, configurando crime ambiental em âmbito federal.

Débito de R$ 60 milhões do governo e prefeituras será discutido hoje na Assembleia


O débito de cerca de R$ 60 milhões que o governo do Estado e as prefeituras e Natal e Mossoró, mantém, há cerca de um ano, com as empresas que prestam serviços terceirizados será discutido nesta quarta-feira, a partir das 14 horas, na Assembleia Legislativa, durante audiência pública, que será realizada no auditório Cortez Pereira (Plenarinho).
Segundo o deputado estadual Tomba Farias (PSB), autor da iniciativa, é emergencial que se encontre uma solução para o problema, antes que a inadimplência provoque o desemprego de cerca de dez mil trabalhadores, que trabalham para o poder público, através de contrato terceirizados.
Esses trabalhadores, segundo o parlamentar, atuam em serviços essenciais, como motorista da SAMU, limpeza de hospitais, merendeiras, porteiros de escolas, entre outros. A paralisação eventual do fornecimento desses serviços pode agravar ainda mais a crise enfrentada por setores como a saúde e educação.
Para o parlamentar, a audiência pública será uma oportunidade ímpar para que se passe o assunto a limpo e se busque soluções conciliatórias entre representantes de governos e instituições públicas, do empresariado e dos sindicatos laborais.
Além do presidente do Sindicato das Empresas de Prestação de Serviços Terceirizados, empresário Edmilson Pereira de Assis, representantes de instituições como o Ministério Público Federal, Ministério Público do Trabalho, Tribunal de Contas do Estado e OAB foram convidados para participar da audiência.
No âmbito do governo do Estado, é esperada a presença dos secretários Gustavo Nogueira (Planejamento), Eulália Albuquerque Alves (Saúde), Cláudia Santa Rosa (Educação) e Gabinete Civil (Tatiana Mendes).
Também foram convidadas para o evento as secretárias do município de Natal, Justina Iva (Educação), Virginia Ferreira (Planejamento), além do chefe da Casa Civil da Prefeitura do Natal, Jonny Costa.



Câmara: candidatura do PMDB atrapalha Temer


A candidatura oficial de Marcelo Castro pelo PMDB na corrida à presidência da Câmara dos Deputados atrapalha o presidente interino, Michel Temer. É o que avalia o jornalista Fernando Rodrigues, do Uol, em comentáro nesta terça-feira. Para o colunista, “o lançamento de um candidato oficial pelo PMDB foi resultado de uma atitude leniente” do governo interino, que comete um “erro político” ao “querer ficar com tudo, sem dividir com os aliados”.
“O partido de Michel Temer já está com a Presidência da República e com a presidência do Senado (com Renan Calheiros). Ao tentar manter o comando da Câmara, cometerá um erro político semelhante ao que sempre era imputado ao PT no governo: querer ficar com tudo, sem dividir com os aliados. A barbeiragem pode custar caro mais adiante, quando reformas importantes serão votadas pela Poder Legislativo”, escreve.


Campeão brasileiro de ciclismo é pego no doping por 15 substâncias proibidas

Rio de Janeiro - Campeão brasileiro de ciclismo de estrada em 2015 na prova de resistência, Everson de Assis Camilo está suspenso provisoriamente desde o último dia 27 de junho, por doping. Atleta do Avaí, de Florianópolis, 'Carazinho', como é conhecido no pelotão, surpreendeu ao vencer atletas muito mais bem cotados para ganhar a competição do ano passado em Araraquara (SP), quando não houve controle antidoping.
Há duas semanas, ele foi dispensado pelo Avaí às vésperas do Campeonato Brasileiro de 2016, em Joinville (SC). À época, já havia sido comunicado de que caiu no doping em exame realizado durante a Volta do Rio Grande do Sul, disputada na segunda semana de abril. O teste foi conduzido pela Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD).
Chama atenção o fato de Everson ter testado positivo para 15 substâncias proibidas de uma só vez. Elas são conhecidas pelos seguintes termos técnicos: Fentermina, Mefentermina, Epitrembolona, Estanozolol, 3-hidroxi-estanozolol, 16betahidroxi-estanozolol, hCG intacto, 6alfa-hidroxi-4-androsten-3,17-diona, Testosterona, androsterona, Etiocolanolona, Salfa-androstano-3alfa,17beta-diol, 5beta-androstano-3alfa,17beta-diol, Drostanolona e 2alfa-metil-5alfa-androstan-3alfa-ol-17-ona.
A reportagem apurou que a defesa de Everson vai alegar que o ciclista não consumiu nenhuma dessas substâncias, destacando que algumas delas são indicadas para ganho de massa muscular, o que se contradiz com as necessidades de um atleta de provas de resistência.
Da mesma forma, pelo que apurou a reportagem, esse não é o caso de "falso positivo" que determinou a suspensão provisória do Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem (LBCD), uma vez que tanto a amostra "A" quanto a "B" apontaram a presença dessas substâncias proibidas.
Everson é o segundo caso de doping na equipe de ciclismo do Avaí. Vice-campeão brasileiro de 2015 no contra-relógio aos 19 anos, Fernando Filkler testou positivo para clostebol depois de vencer o Tour do Rio do ano passado. O jovem sequer constituiu defesa e foi suspenso por oito meses - volta a competir em agosto.
De acordo com o técnico do Avaí, Diones Chinelatto, o caso de Fernando é idêntico ao que suspendeu Maurren Higa Maggi em 2003. O ciclista utilizou-se de uma pomada anticicatrizante que contém clostebol e não teve ganho de performance. Por isso, foi mantido na equipe.
Em 2014, as campeãs brasileiras de resistência Márcia Fernandes (adulto) e Nayara Gomes Ramos (sub-23) foram flagradas em exame antidoping realizado durante a competição - só as duas foram testadas.
No ano passado, o Brasileiro de Ciclismo de Estrada não teve controle de dopagem. Em setembro, entretanto, um teste surpresa na equipe que ia aos Jogos Mundiais Militares causou a suspensão de mais dois atletas: Uênia Fernandes (prima de Márcia e de Clemilda Fernandes, que vai à Olimpíada) e Alex Arseno. Carlos Alexandre Manarelli, da Funvic, também foi pego no doping este ano e participou do Campeonato Brasileiro graças a uma liminar.



quinta-feira, 7 de julho de 2016

Robinson Faria entrega ao ministro da Fazenda propostas para recompor receita do Estado

O governador Robinson Faria apresentou nesta quinta-feira (07), em Brasília, ao ministro da Fazenda Henrique Meirelles proposta do Governo do Estado para reposição das perdas com a redução dos repasses do Fundo de Participação dos Estados (FPE). A proposta pretende compensar a dilatação da dívida dos estados por um período de 20 anos, previsto no Projeto de Lei complementar 257/16.
Em reunião em Brasília, na sede do Ministério da Fazenda, Robinson disse a Meirelles que o refinanciamento da dívida não atende as necessidades do Rio Grande do Norte, por que, hoje, o problema do Estado é de caixa. “O refinanciamento é mais interessante aos grandes estados que têm grandes dívidas. A nossa dívida é a segunda menor do país, por isso pouco nos beneficia”, explicou Robinson Faria. Em 2015 o Rio Grande do Norte perdeu do FPE R$ 199.551.785,72. Em 2016, até o mês de maio, o RN deixou de receber do FPE R$ 236.464.793,90. E a previsão é de que até o final deste ano as reduções dos repasses alcancem R$ 567.515.505,36. Se somadas as perdas de 2015 e 2016, o valor atinge mais de R$ 760 milhões.
Robinson participou da reunião acompanhado dos governadores da Bahia, Paraíba, Alagoas, Ceará, Maranhão e Piauí, e dos vice-governadores de Sergipe e Pernambuco. Juntos, os 16 estados das regiões Norte e Nordeste têm previsão de perdas do FPE no valor de R$ 14 bilhões até o final de 2016. 
O governador do RN ressaltou que o objetivo dos gestores é recuperar ainda no exercício de 2016, as economias estaduais e apresentou ainda outras duas propostas ao Ministro. A do restabelecimento da tributação do imposto de renda sobre lucros e dividendos. Até 1995, os haveres a título de distribuição de lucros e dividendos eram tributados pelo imposto de renda em 15%. Naquele ano, entretanto, passou-se a renunciar a essa receita estabelecendo-se total isenção. A terceira proposta é a de ampliação em 2% - passando dos atuais 22,5% para 24,5% - da destinação do FPE aos Estados.
Presente ao encontro, o secretário da Tributação do RN, André Horta, explicou que o impacto do aumento do percentual do FPE seria de R$ 6 bilhões/ano e o fim da isenção do Imposto de Renda sobre lucros e dividendos de R$ 11 bilhões e 250 milhões/ano.
Avaliação
O ministro Henrique Meirelles disse que iria analisar os pleitos do RN e dos demais estados e, diante da argumentação dos governadores de que os Estados têm pressa diante da gravidade da situação financeira, prometeu dar resposta breve, sem, contudo, estipular prazo.
Vários senadores de diversos estados também participaram da reunião. Do RN, José Agripino e Garibaldi Filho.